quarta-feira, 28 de outubro de 2015

Os tempos mudam e os hábitos também


Hoje vi no blog de um senhor conhecido esta imagem com a seguinte descrição:"Quantas conversas terão existido neste borralho, e que se perdem e escoam nos resíduos encontrados nos entulhos de adobos que por aí andam na Gândara? Tudo vai para o entulho. Não há eternidade." IN Blog do Manel (17/12/2006)
Isto fez me lembrar os belos serões de quando vivia em casa da minha avó, isto no tempo em que não havia computadores em casa, era um belo serão ao borralho, ver a novela, falar, assar umas belas castanhas. Agora é tudo diferente, cada um se refugia no seu quarto, o tempo passado na sala ao pé da lareira, com recuperador de calor, não é igual, não há aquele esgravatar na fogueira, há uma barreira entre nós e a fogueira.Agora penso, se quando eu era pequeno era assim e já havia televisão, como seria no tempo dos nossos antepassados em que só havia a luz do fogo e a família! Há coisas que se perdem e não voltam atrás, algumas dessas coisas são esses momentos, momentos que não voltam, momentos que se perderam para sempre.Provavelmente para quem vive na cidade isto não faz sentido, sei que muitos apartamentos nem lareira têm, mas aqui na aldeia tudo isto faz ou fez sentido. O culto do fogo é muito antigo, algo que sempre fascinou o Homem, conta-se nos livros de História que se sabe que desde o inicio dos tempo havia cultos à volta da fogueira, este culto foi evoluindo em casa sociedade, há povos que vivem o fogo como quando ele foi descoberto, outros vivem-no com uma lareira e outros ja passaram pela lareira e agora perdeu o sentido.Eu como escuteiro ainda tenho o prazer de assistir o culto do fogo. É à volta da fogueira (ou de um lampião pois o estado já não permite fogueiras em quase lado nenhum) que no fim das actividades refletimos sobre ela, falamos, cantamos, apresentamos peças de teatro e não me posso esquecer da bela da chouriça para a ceia. Se tomaram atenção aos parênteses podem ver como se está a perder a tradição, o estado tira o ânimo às pessoas, regras exageradas a meu ver... o meu chefe sempre falou que escuteiro tem autorização para fazer fogueira em todo o lado, agora já não... durante 100 anos de Escotismo sempre se fez fogueiras, e provavelmente nunca causou nenhum incêndio, e se causou não foi premeditado, acidentes acontecem!Gostava de conhecer a vossa experiência e opinião, deixem aqui num comentário ou façam também uma publicação(se for o caso digam algo)!

4 comentários:

  1. As tecnologias não trazem só benefícios. Muitas vezes nós refugiamo-nos num canto só nosso ao invés de estar com a família há lareira. Belos tempos os de há uns anos atrás.

    ResponderEliminar
  2. R: Tens razão ahah Um dia essa futura criança terá um pai fantástico. Tenho a certeza

    ResponderEliminar
  3. Esses momentos junto da lareira são do melhor!

    ResponderEliminar
  4. R: Tanto o meu irmão como a minha irmã foram para a área de Economia, eu fui quase que: a "ovelha negra" por ter ido para Humanidades.
    Sim, não é assim tão difícil mas nunca "atinei" muito com a Geografia.
    Sempre gostei de História, por isso é mais fácil aplicar-me!

    ResponderEliminar