segunda-feira, 14 de março de 2016


Olá, eu sei que ja não escrevo há algum tempo, tenho andado sem vontade de escrever, parece que um blog deixa de fazer sentido...
Hoje decidi vir aqui fazer um desabado para ver se fico melhor.
Como acho que ja escrevi uma gostava de uma rapariga, que entretanto começou a gostar doutro rapaz, e agora namoram. eu ja esqueci um pouco o sentimento, mas la no fundo ainda tenho um grande carinho, sem que ela se aperceba...
Ontem estávamos a falar e ela disse-me que oficializaram a coisa, eu dei lhe os parabéns, desejei felicidades e mais umas coisas, mas la no fundo isto estava-me a doer...
Quando se gosta de uma pessoa queremos, a cima de tudo, que ela seja feliz(pelo menos esta é a minha forma de pensar), ainda que essa felicidade nos torne tristes...
Pronto, a vida é assim...

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

Sabem aquele momento em que a pessoa amada está cada vez mais próxima de outro alguém? é uma magoa grande, um medo, a incerteza de um final feliz.
Quando amamos alguém, a cima de tudo queremos que ela seja feliz, mas quando não é connosco dói um pouco. 
      Porque é que a vida é assim?? 

quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

Olá, já não passo aqui há uns dias, não tem havido que escrever... continua tudo igual, tenho ido trabalhar e o resto é tudo a mesma triste melancolia...
A minha sorte nos relacionamentos ta igual ou pior, quem me dera haver progressos positivos :(

domingo, 24 de janeiro de 2016

Olá, não tenho passado por aqui. comecei a trabalhar esta semana e tenho andado muito cansado. levanto me cedo e as vezes chego um pouco tarde, no primeiro dia fiz 10h... sem falar que tive quase uma hora à espera da gerente que me deu boleia...
Deram me folga hoje e amanha. mas não tenho nada de interessante para fazer :/ que chatisse... queria ver se me animava, mas pronto :/

domingo, 17 de janeiro de 2016



Hoje decidi fazer uma surpresa à minha menina amada... pedi a uma amiga que tem muito jeito para as palavras que fizesse este poema com o nome dela...
Enviei... ela leu... respondeu... e agora estou com duvidas se isto me beneficiou ou não...
O que importa é a intenção...

O que sinto é amor,
Deixaste-me enfeitiçado,
A tua essência de uma flor
Por ti estou apaixonado.
(nome), és o querer do meu coração,
Meu coração assim diz,
és a musa desta recitação
És quem quero fazer feliz.

sábado, 16 de janeiro de 2016

Quando pensas que algo é para ti e ficas contentíssimo.... sonhas... sonhas .... sonhas... e nesse meio tempo percebes que não é para ti, e ainda por cima é exatamente o contrario do que gostarias que estivesse a acontecer... Fuck life....!

Hoje decidi publicar um grande poema de um grande poeta para a mulher amada... Sabem, sinto me parecido com ele, um sofredor por amor, só falta exilarem-me e meter-me que uma negra escrava...
Aqui vai:

Amor é fogo que arde sem se ver;
É ferida que dói e não se sente;
É um contentamento descontente;
É dor que desatina sem doer;

É um não querer mais que bem querer;
É solitário andar por entre a gente;
É nunca contentar-se de contente;
É cuidar que se ganha em se perder;

É querer estar preso por vontade;
É servir a quem vence, o vencedor;
É ter com quem nos mata lealdade.

Mas como causar pode seu favor
Nos corações humanos amizade,
Se tão contrário a si é o mesmo Amor?

Luís de Camões
Versão musical dos Polo Norte https://www.youtube.com/watch?v=aoND1ewxRak

quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

há por ai musicas novas?



Olá, eu sou ouvinte de musica portuguesa, gosto de perceber exatamente o que estou a ouvir e não simplesmente ouvir porque tem uma melodia fixolas ou porque é daquele cantor que toda a gente gosta...
Alguém por ai sabe de alguma musica nova? Ando um pouco cansado de ouvir sempre as mesmas...

domingo, 10 de janeiro de 2016

Quando falta algo...



Hoje festejei o meu aniversario. A festa foi fixe, vieram a maioria dos meus amigos e divertimos-se muito, mas a cabeça não deixa de pensar naquilo... por mais que a festa tenha sido boa falta algo... talvez tenha de me habituar...


sexta-feira, 8 de janeiro de 2016

Olá, hoje decidi não vos melgar com os meus problemas. venho antes apresentar-vos um lugar onde estive há cerca de um mês. Esse local chama se Drave, vulgarmente conhecida como A Aldeia dos Escuteiros, há quem fale até da Aldeia Mística.
É uma aldeia insolada, no meio de um vale, onde não há electricidade nem Quase rede móvel(apenas há MEO).
Por ser tão isolada, permitindo apenas que os carro se aproximem a cerca de 4km, a aldeia foi ficando desabitada, há cerca de 10 anos(ou talvez mais) ficou desabitada, depois de a senhora do ultimo casal que la vivia e se recusava a sair ter falecido e assim levaram o seu marido para um local onde pudesse ser cuidado pela família. 
Esta aldeia foi descoberta pelos escuteiros, foi palco de uma actividade chamada Rover(não sei precisar o ano) e tem sido recuperada pelos escuteiros através de compras e doações de casas semi-destruídas. Ainda há propriedades que pertencem a privados, uma ou outras recuperada, e muitas abandonadas. Atualmente é a base dos caminheiros do CNE.
Quando um grupo de escuteiros/escoteiros quer fazer lá uma actividade faz uma inscrição e tem uma serie de infraestruturas disponíveis e é lhe dada uma tarefa comunitária, tendo em vista a melhoria da aldeia.
Há um dia no verão, que coincide com uma actividade de escuteiros anual, em que os antepassados dos habitantes vêm à aldeia para relembrar quem ali viveu.
Esta é uma aldeia fantástica, um excelente retiro para descansar e passar uns dias longe dos stresses da sociedade. As paisagens são fantásticas, paradisíacas, um retrato da vida dos nossos antepassados.
Neste momento  não sei se é permitido acampar la sem ser escuteiro(mas é algo que se sabe facilmente) e não sei se as casas recuperadas poderão ser arrendadas, mas é sempre uma ideia de um sitio para fazer uma caminhada ou um pique-nique.

Algumas das fotos que vos deixo são de um colega meu, deixo a pagina dele para poderem ver mais alguns dos seus trabalhos: https://www.facebook.com/fotografiasrpt/?pnref=story






Caminho da felicidade...


Como é difícil chegar à felicidade. pensamos estar no caminho certo e de repente... PUMBA... voltamos "à cepa torta"!
Às vezes da vontade de desistir, mas não se consegue... o amor é complicado! É como os vícios, ou pior... Por exemplo, o tabaco(não por experiência própria, não sei bem do que estou a falar) é um vicio por algo físico que com força de vontade até se deve largar, quando mais não seja evitando comprar(não deve ser bem assim mas vocês percebem a ideia)... Agora o amor é algo abstrato, não é algo que simplesmente se fuja e pronto, por mais que nos queiramos afastar ou fugir daquela pessoa não conseguimos, ainda pensamos mais nela. Eu as vezes penso: Sou um chato, se a continuo a chatear é que ela se farta mesmo de mim, vou tentar não falar com ela todos os dias... mas quando mais penso nisso mais tenho vontade de falar :/ e depois voltamos à historia, estou a pensar que vou conseguir ser feliz e daqui a nada CATRAPUM cá estou eu no blog com historias tristes para vos massacrar ....

quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

terça-feira, 5 de janeiro de 2016

Tempo de mudar


Olá, antes de mais bom ano, e aproveito para dizer que fiz anos, 19 aninhos!
Antes de ontem vi na internet um video de um senhor que se dedica a estudar comportamentos entre pessoas e atração sentimental, por assim dizer. O video não passava de uma publicidade para um livros que o senhor escreveu e umas formações que ele dá, mas dava algumas pistas sobre nos relacionarmos melhor com as outras pessoas e em especial com as mulheres. Algumas das coisas que ele falou chamaram-me à atenção, por um lado negativo, pois eu até ali pensava de uma forma oposta e, agora que penso nisso, errada.
Assim decidir mudar, ou melhor, melhorar. A partir de agora vou tentar ser alguém diferente e, a cima de tudo, alguém mais feliz. Há quem diga que "Ano Novo Vida Nova...".